Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘|Sucinta|’

Sucinta

Beijei-te nas entrelinhas do nosso olhar.

Estava escrito:

Sempre há-de amar

[…]


Nota¹:  Aqui e aquém, situações dramáticas ocorrem; momentos mágicos desvelados por todo o instante mágico e dramático se desdobram;  e, na passagem do dia, oblitera-se. Expurga-se para si o punhal negrume recheado d’além-dor! Mas não é isto que interessa às novelas. Deixemo-os quietinhos os fatos, como de fato estão.

Nota²: Decerto o trecho da canção seguinte representa papel fundamental nesta nota:

Eu vi o grande amor no claro olhar da minha amada.

Eu vi que todo o grande amor ainda é pouco, ainda é nada.

Eu vi amores que jamais verei. Meninos, eu vivi.

Vivendo a poesia de verdade.

(Composta e musicada por Tom e Chico)

Read Full Post »